Pescoço nú


Pescoço

Um baile lúdico
Um homem misteriosamente oculto
Seus olhos o seguiam
O desejo os dominando
Tudo se mostra
Uma obsessão
Até mesmo a dança
Da chama da vela
Refletida em seus olhos
A fascina
Uma conversa
Aproximação
Pescoço
Com a veia pulsante
A vontade na ponta da língua
Aproximação
Dor e Êxtase
Misturados em uma só ação
Como um infinito e embriagante
Tango dançante


Soltem seu lado vampiro ....

Pessoa Especial

Ando me superando, poemas criados aqui na hora por pedidos , hoje dia 26 de Março é aniversario de um amigo meu, no meu poema de ontem ele pediu um poema para o niver dele e fiz o mesmo hoje ^^ espero que goste, presente de um amiga que te ama muito

Pessoa Especial

Alguém nasceu hoje

Será você

Serei eu

Uma pessoa especial

Que entrou em meu coração

Inicialmente de forma cordial

Depois infinitamente informal

Amigo inesquecível

Que muitas vezes me aturou

Hoje nasceu uma pessoa especial

Meu eterno primo de vários graus

Sonhos parecidos

Mensagens trocadas

Somo duas crianças nascendo

De um mundo incomum

Correndo risco

Para no fim encontrar um sentido

Hoje nasceu uma pessoa especial

Você!


Parabéns André !!!!


Reconheça


Olhe pela janela

E verá o desespero do mundo

Olha para você

Seu sonho está no fim

Olhe ao seu redor

Tudo desmoronando

Vidas se perdendo

Em segundos

Por desrespeito a tudo

Suas mãos tremem

Você chora

Lagrimas de sangue

Por suas derrotas

Seu maior temor

São as vitorias que não lhe pertencem

Olhe novamente a janela

Observe o sonho a sua frente

Brinque com o vento e estrelas

Esqueça seu problema

Esta noite

Apenas sinta o cheiro das flores

E deseje mais uma chance.



Obs: feito agora ^^

Desespero


Desespero

Estou a procura
De um motivo para sobreviver
Estou com medo
De não mais recordar
Dos sentimentos que a mim
Foram mostrados
E mais uma vez acordo
Sem entender
O porque de tudo
Sem sentir minha respiração
Muito menos a batida de meu coração
Levanto mais uma vez
Como um zumbi
De sua tumba escura
Ando entre as pessoas
Sem ao menos encherga-las
Mais uma vez procurando
Um sentido
Em minha vida
Desiludida



video

Meu desespero


Porque isso me machuca tanto, pensar um ato tão natural que está no ser humano.Quanto mais penso mais me desespero, pensar para mim está sento como uma faca cravada em meu peito, ela afunda mais a mais, tirando o que resta de mim. não penso mais, olhando dentro de mim vejo o vazio que se encontra, o abismo profundo que minha mente é agora. Sempre ajudei as pessoas sempre, me doei, fiz coisas que podiam me prejudicar, agora pergunto para que??? o que me adiantou??? apenas mais um rotulo de burra e ingénua! Não aguento olhar para o mundo e me ver caindo, ninguém me segura, ninguém me ajuda.... A garoto que antes era ingénua cresceu, deixou de bancar a tola e se entregar de corpo e alma a quem não merece e até mesmo a quem merece.Não são eles que se dão mal apenas eu que afundo sem saída... Agora serei finalmente eu.E você tem duas opções me aceitar ou me aceitar, não gostou então não sentirei sua falta!

Valsa Eterna


Valsa Eterna

Meu corpo estremece
Estou a um passo de você
Meu coração acelera
Não consigo parar
Nossos olhos se encontram
A valsa do amor começa a tocar
Sua mão em meu rosto
Esqueço de respirar
Seu rosto se aproxima do meu
Já não sei mais pensar
Seus lábios quentes
Tocam os meus
Acho que vou desmaiar
Uma eterna valsa
Passamos a dançar
Entrelaçados numa paixão
Que acaba de começar

simplesmente amor

Engraçado como a poemas que escrevemos e as vezes não diz o que sentimos na hora, como diz o grande poema Fernando Pessoa em uma de suas obras" Autipsicografia" :
"O poeta é fingidor
Finge tão completamente

Que chega a fingir que é dor

A dor que deveras sente "


Concordo plenamente este poema é um exemplo disso.O mais gosto foi saber que o poema e tudo que minha amiga Danny sente no momento isso me deixa feliz pois eles podem ser usados a pessoas que gosto muito.


Simplesmente amor


Que sentimento fascinante é esse?
Passa por meu corpo como uma corrente elétrica
Cada vez que te vejo
Oh, será que finalmente chegou?
Será que seria simplesmente o amor?
Apenas um sorriso seu
Algo explode em meu peito
Avalasador e quase incontrolável
Fico inquieta, apenas te observando
Oh, meu Deus!
Será?Será que realmente estou????
Esse sentimento tão nobre
Será que estou amando você?

Aos olhos do escuro


Aos olhos do escuro

Abro os olhos
Está tudo escuro
Não encontro nada ao meu redor
Estou no vazio
Em minha frente
Tenho o abismo,
Tão encantador e reconfortante
Recuo...
Não é meu destino
No mais profundo dos desejos
Reconheço seu olhar
Desperto ofegante
Não sei onde estou
Estaria em um sonho absurdo?
Ou a realidade finalmente me arrematara?
Em versos confusos
vou seguindo
Enquanto minha mente
Aos poucos se apaga

breaking


breaking

Mais uma vez
Meu coração se quebra
Por sua incapacidade

De mante-lo inteiro
Cansei de colar
Os pedaços que teimam em soltar
Perdoar não é mais opção
Nem mesmo se materializa em desejo
Não tente falar que estou errada
Não mais ouvirei suas reclamações
Se em seu mundo
Não há espaço para critica
Não serei eu que mudarei
Saberei seguir meu caminho
Se em ti me apoiar
Como já não faço a muito tempo
Obviamente minha vida não mudará.



Antes de o céu escurecer
Eu pensava em você

Em seu sorriso

Em seu olhar

Até um dia tropeçar

E no chão enxergar

Algo escondido

Sobre meus pés

Que não queria ver

Esteve sempre lá

Mas eu me impedia de olhar

Pedaços ocultos

De um relacionamento em ruínas

Espalhados por todo chão

Em meu desespero

Os juntei

Tentei montar

De tanto colar se rompeu

E seus cacos já não pude mais juntar

O mundo desacelera

Odeio esse momento

Meu coração a mil por hora

Chegou a hora

De ir embora

Cumplicidade


Cumplicidade

Vejo em seus olhos
E medo e o vazio
Que te puxa
A saudade
Que emana de sua pele
Tivemos que nos conhecer
Entre amores e dores
Encontramos os mesmos anseios
Percebemos as igualdades
Em nossas almas
Algo em nossos corações reviveu
Novamente ele bate
O sangue flui
Os olhos se abrem
O sentimento novo
Erroniamente sentindo anteriormente
Brota como um flor na primavera
Unindo duas pessoas
Em uma grande cumplicidade

Sucumbindo a Escuridão



Sucumbindo a Escuridão

Sim, mas uma vez
A escuridão me abraça
Tão forte e segura
Que mal posso me mover
O temor da dor
Me rasga lentamente
Com o sangue esvaindo-se
De modo gotejante
Me tornando fria
Cada cicatriz
Que um dia foi uma ferida
Arde e se abre
Elevando minha dor
Meu coração está despedaçado
"Concerte-o" é o que pede a rachadura
Quase não me sinto respirar
E mais e mais
Sinto a sombra me tomar

gritar


Já faz muito tempo que não posto, minha vida está corrida, e a preguiça aumenta, sem dizer que tudo parece errado as vezes.
Em momentos que não entendemos os sentimentos tentamos não aparentar, nos afastamos de tudo, não se foi bom o ruim, mas agora voltei e vou postar.
Nesse mundo louco que vivemos as vezes precisamos que alguém que nós escute,é raro e incomum, creio que tenho sorte pois em meus momentos difíceis tenho alguém que me escuta S2
Esse poema fiz em um dia de agonia.

Gritar

Grito!
Essa raiva me consome
Grito!
Quero que saia
Grito!
Não aguento mais essa vida
Quero que essa angustia pare
Não quero sucumbir a essa dor
Grito!
Não quer parar
Ela cresce me domina
Grito!
Me deixe em paz
Eu imploro
Deixe me viver
Deixe que eu seja feliz
Ao menos uma vez

 

Poemas de um Anjo Negro © Copyright | Template by Mundo Blogger |